Clérigo - guia de classe - D&D 5e

Resenhas Dicas D&D
publicado 15 de Outubro de 2018

En nomine Patris et Filii et Spiritus Sancti.

Ei Mestre! Estamos aqui para mais uma matéria, e vamos falar dos Clérigos. Guerreiros Sanctos devotos de alguma divindade ou ser supremo superior. A missão dos Clérigos é servir ao seu deus, mas, dentro do grupo tem uma função muito importante de suporte, principalmente em níveis mais baixos onde os personagens têm menos pontos de vida. Os clérigos têm uma particularidade em relação as outras classes, cada clérigo é de um jeito diferente dependo do Domínio escolhido, o que pode confundir com outras classes, por exemplo, Clérigos da Enganação parecem Ladinos, Clérigos do Fogo e da Tempestade parecem Feiticeiros, da Natureza parecem Druidas e assim por diante. Você também pode usar essas referências para criar boas multiclasses.

Características e habilidades

Clérigos tem Força ou Constituição, escolha a melhor dependendo da ficha que queira montar, alguns domínios permitem o uso de armaduras pesadas, nesse caso você vai precisar de mais força, e com mais proteção não precisa ter pontos de vida adicional, mas, os domínios que não tem essa características geralmente tem um foco maior em magias, então você precisar de mais Constituição, por que o teste para manter uma magia em combate caso você leve dano é justamente a Constituição. E não menos importante a Sabedoria como a característica principal, que você vai usar nas suas magias. Clérigos tem o d8 com dado de vida e suas Resistências são Sabedoria e Carisma.

No nível 1 Clérigos já recebem truques e magias iniciais, Conjuração Ritual uma habilidade muito útil nos primeiros níveis, deixa você conjurar algumas magias sem gastar espaço, e também escolhe o seu Domínio Divino, que tem uma lista expandida de magias (geralmente magias que o Clérigo não tem acesso), uma habilidade única e uma proficiência adicional.

No nível 2 aprende sua característica mais marcante CANALIZAR DIVINDADE, que serve para expulsar mortos vivos e tem aplicações que dependo do domínio escolhido.

No nível 10 pode clamar por socorro para a sua divindade, e o mestre decide uma maneira de interver.

No manual do jogador os domínios disponíveis são: Conhecimento (você ganha algumas perícias extras com o dobro de proficiência, pode ler pensamentos e tem visões do passado), Luz (magias e habilidades de luz e fogo), todos focados em magia. E Enganação (você cria duplicatas ilusórias e pode ficar invisível), Guerra (você adquire proficiência em armas marciais e em armaduras pesadas e seus ataques ficam mais poderosos), Natureza (habilidades de plantas e animais), Tempestade (magias e habilidade de raio, vento e gelo) e Vida (Focado em curar e algumas proteções extras.) todos focados em combate.

Pontos fortes

Com certeza o ponto forte do Clérigo são suas magias, consegue manter seu grupo todo vivo, com curar e proteções. Além disso, como tem um valor elevado de sabedoria, tem perícias bem altas, como Percepção e Intuição e seu teste de Resistência de Sabedoria pode te salvar de um controle mental ou algo do tipo.

Pontos fracos

Também suas magias, em lugares que a magia for escassa ou oponentes matadores de conjuradores são péssimos para clérigos. Clérigos geralmente tem pouca Destreza, o que gera algumas perícias com baixo valor e iniciativa medíocre.

Otimização do clérigo

Vamos as Raças, a primeira coisa é escolher qual vai ser seu tipo de Clérigo. Guerreiros fervorosos, pode ser Anões ou Meio-orcs. Charlatões podem ser Halflings ou Gnomos. Mas, no geral a raça deve ser escolhida de acordo com o Domínio que encaixe bem. Uma outra opção são raças que dão bônus em Sabedoria como Anão da Colina, Elfo da Floresta ou Humano que tem seus pontos livres.

Segundo passo, escolha um bom antecedente, por causa do número limitado de perícias que escolhe sendo a maioria perícias mentais, então, um bom antecedente como Forasteiro te dá mais opções na hora de se aventurar.

Dicas de talentos: Adepto Elemental para deixar suas magias mais mortais, Atirador de Magia para melhorar o alcance das magias com rolagem de ataque, Conjurador de Guerra para usar magias em combate, Mestre em Armadura (depende do tipo de armadura que você deseja usar) para melhorar a defesa e Mestre do Escudo para dar aquela Evasão.

Dicas de magia: ALERTA!!! Se você pretende destruir todos os seus inimigos com magia, escolha outra classe de preferencia o Bruxo que já fizemos uma Análise (CLIQUE AQUI PARA VER). Clérigos tem poucas magias ofensivas, mas, escolha de preferência magias que tem a duração Sustentável e não precisem de Concentração para atacar e magias de suporte com custo de Ação Bônus. Então no decorrer do combate você pode ter várias magias ofensivas ativas, atacar usando truques e ainda dar suporte com magias de ação bônus.

Opções de multiclasse

Há poucas opções de Multiclasse para Clérigos, a mais relevante que eu conheço é combinar com Paladino, por causa do seu poder de Destruição, você vai gastar as magias do Clérigo para ganhar bônus. No mais você pode combinar com classes que maximizem o poder do domínio por exemplo Clérigo da Enganação com Bardo ou Ladino, Clérigo da Natureza com Ranger ou Druida, Clérigo da Guerra com Guerreiro e vai.

Builds diferenciadas

Uma bild que fiz uma vez, foi combinar Clérigo com Bárbaro, usando Destreza e Constituição para melhorar minha CA e Sabedoria para usar Magias. Essa bild atacava com arco e magias, e usava os poderes de resistência do Bárbaro.

Dicas de interpretação

Para interpretar bem um Clérigo, você deve criar primeiro uma boa história. Quem é a sua divindade, porque você serve a ele, e qual o objetivo e motivações da sua divindade. Um clérigo é um servo (escravo) divino, que dedica toda a sua vida à sua divindade, então pense que todos os seus atos vão ser em favor dos desejos da divindade. Tendo isso em mente você consegue interpretar bem o seu clérigo. Um exemplo, é Clérigo da Guerra Caótico e Neutro, e todos os seus atos são em prol de promover a guerra porque é o que sua divindade gosta.

Bom, por hoje é isso. Espero que tenham gostado.

Leia também:
Talentos em D&D 5e + PDF
Resenhas Dicas Downloads D&D
publicado 16 de Março de 2019
Em D&D 5e os talentos são um regra opcional, mas sem dúvida vale a pena pensar antes de descartá-los. Embora os arquétipos tragam muitas vantagens, os talentos podem ser um upgrade muito valioso.
Itens Mágicos em D&D 5e - lista completa + PDF (E)
Resenhas Dicas Downloads D&D
publicado 15 de Fevereiro de 2019
Itens mágicos em D&D 5e sem dúvida são uma das coisas mais cobiçadas pelos jogadores. De anéis que concedem proteções variadas, a poções que concedem efeitos salvadores, itens mágicos são essenciais!
Arquétipos de Guerreiro - D&D 5e
publicado 22 de Janeiro de 2019
Se você joga ou está pensando em criar um guerreiro em D&D 5, separamos para você todos (ou quase) os arquétipos para guerreiros. Desde mestres do arco até tanques que protegem inclusive seus aliados.
Itens Mágicos em D&D 5e - lista completa + PDF (D)
Resenhas Dicas D&D
publicado 19 de Janeiro de 2019
Itens mágicos em D&D 5e sem dúvida são uma das coisas mais cobiçadas pelos jogadores. De anéis que concedem proteções variadas, a poções que concedem efeitos salvadores, itens mágicos são essenciais!
Mago - guia de classe - D&D 5e
Resenhas Dicas D&D
publicado 15 de Janeiro de 2019
Em D&D 5e, o Mago é conjurador de magias arcanas, mas ao contrário dos outros conjuradores, ele estuda para aprender o seu poder.
Livros de D&D 5e para Download
publicado 22 de Dezembro de 2018
Está procurando livros de D&D 5e para download? Então se liga nessa lista que separamos para você. São mais de X livros e suplementos de D&D 5e prontos para você baixar e aproveitar.
×